7 dicas para economizar em Orlando

Um dos maiores vilões para quem deseja viajar atualmente é o dólar. 🙁 Nos últimos meses a cotação gira em torno dos R$4 e isto prejudica muito os turistas brasileiros, já que agora uma viagem para Orlando, por exemplo, custa o dobro do valor do que custava poucos anos atrás. Graças a isso precisamos ter um pouco mais de cuidado durante o planejamento da viagem e, para ajudar, listei 7 dicas fundamentais para quem deseja viajar e se divertir nos parques da cidade.

 

1. Planeje com antecedência e compre combo de ingressos

Como em qualquer viagem, um dos melhores jeitos de se economizar é planejando tudo com antecedência, e de preferência sozinho. Se você é viajante de primeira viagem e tem receio de embarcar nessa sem a ajuda de uma cia de viagens, tudo bem! Mas já aviso que vai sair mais barato se você não pagar por uma ajudinha extra, e de quebra terá uma viagem completamente personalizada para você. Não tenho nada contra os agentes de viagens, ok? Mas como o caso aqui é economizar, fazer tudo por conta própria sai sim mais barato. Então se organize com antecedência e caso não saiba nem por onde começar, veja este post aqui onde te dou dicas para criar roteiros e comprar passagens e ingressos para Orlando sem a ajuda de ninguém.

Então junte um dinheiro e comece a pesquisar e a botar o plano em prática com pelo menos 9 a 8 meses de antecedência. Um dos itens mais caros da viagem são as passagens aéreas, então muito cuidado na hora de reservar! Já contei aqui como conseguir os melhores preços e repito aqui uma das minhas dicas: comece a pesquisar somente 6 meses antes da viagem! Antes disso as passagens estarão absurdamente altas e nem vale a pena ir atrás.

Já o hotel varia um pouco, se você for am alta temporada faça suas reservas o mais rápido possível pois a procura é grande e quanto mais tempo você demorar para reservar, menos quartos estarão disponíveis e os preços estarão maiores. Em baixa temporada é possível encontrar promoções de última hora, então vale a pena fazer reserva em algum hotel que tenha cancelamento grátis pelo Booking, e caso apareça uma opção melhor é só cancelar e reservar outro quarto sem custo nenhum. E por falar em alta temporada clique aqui e veja quais são os meses que valem mais a pena de se visitar Orlando, em baixas temporadas além de ser mais barato você não terá problemas com filas!

Já os ingressos eu recomendo sempre comprar os combos pois desta forma fica muito mais barato. Existem três grupos dos principais parques de Orlando: Walt Disney World (que incluem o Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios e Animal Kingdom), Universal Orlando Resort (com Universal Studios e Island of Adventure) e o SeaWorld Parks (com o SeaWorld, Busch Gardens, Discovery Cove e Aquatica). Então pesquise sobre os parques e defina qual combo irá comprar para conseguir o melhor preço. Recomendo a leitura do post sobre o Undercover Tourist pois os preços de lá são bem competitivos.

PS. Ah, se for reservar em sites como o hoteis.com prefira sempre pagar o valor parcelado, ok? Assim é a única forma de se pagar o valor em reais e não ter a taxa de IOF!

2. Compre seus dólares aos poucos

Esta é uma das coisas que eu tenho mais dificuldade em praticar, mas é o segredo para conseguir a melhor taxa na hora de comprar moeda estrangeira! Eu sempre acabo esperando abaixar, e já me ferrei pois de última hora a moeda aumentou o valor. 🙁  A economia está muito instável, e por isso sempre nos perguntamos se vale a pena esperar. Vai que de repente abaixa né?

Infelizmente não tem como prever isso, por mais que os economistas especulem, muitas vezes acontece o contrário. Então para evitar perder dinheiro a melhor opção é ir comprando aos poucos, assim se a cotação subir, você já comprou uma parte com o dólar mais barato. E caso aconteça o contrário, o valor médio do total também vai ser mais em conta.

Knight Bus no Universal Studios

Knight Bus no Universal Studios

3. Não use o cartão de crédito

O cartão de crédito é muito útil na maioria das vezes, mas quando se trata de compras no exterior a história muda radicalmente. Isso porque além de não saber qual é o câmbio real que você irá pagar no fechamento da fatura, aqui no Brasil todas as compras feitas lá fora são taxadas com um IOF de 6,38%! Ou seja, se o seu intuito é economizar, o cartão de crédito não é a solução.

O melhor caminho então é levar dinheiro em espécie que possui um IOF de apenas 0,38% (Atualização: em março de 2016 o imposto subiu para 1,1%), já que os cartões pré-pagos e saques no exterior também não estão livres do IOF de 6,38%. Aproveite e clique aqui para ler o post completo sobre como levar dinheiro para sua viagem.

PS. Prefira sempre pagar o valor de suas compras no exterior em dólares! Algumas lojas nos EUA oferecem o pagamento em reais com um câmbio até interessante pelo cartão, mas não caia nessa! Como disse anteriormente, o governo brasileiro ainda irá te taxar com o IOF de 6,38%, então pague em dólares pois é a melhor opção.

4. Planeje todo o seu orçamento

É muito fácil querer comprar tudo que vê pela frente Orlando, então cuidado! hahaha Afinal lá possui muitas lojas e outlets legais para encontrar itens com um preço muito bom, por isso é extremamente recomendado que você planeje o que vai querer comprar e assim saiba mais ou menos o valor de quando irá gastar. Eu sempre faço isso e dificilmente tenho alguma surpresa durante a viagem. Já contei aqui como faço este planejamento mas vou listar aqui algumas dicas importantes para conseguir economizar:

  • Estacionamento e transporte: não são apenas os hotéis da Disney que oferecem transporte gratuito para os parques, então verifique e prefira sempre o hotel que tenha este serviço incluso, pois assim você irá economizar cerca de US$17-20 por dia de estacionamento em cada parque! 😮 E se você planejar bem, também vai poder economizar com o aluguel do carro e combustível. Só precisa ficar atento aos horários, então pergunte certinho no balcão de informações do seu hotel.
  • Lembrancinhas: eu sei, dá vontade de comprar todas as pelúcias e brinquedos das lojas da Disney e Universal (The Wizarding World of Harry Potter ta aí pra provar… hahaha), então limite um valor máximo de gastos com lembrancinhas por dia, ou então vai ser bem fácil você se descontrolar e acabar gastando mais do que devia. Uma dica boa é tentar comprar a maioria das lembrancinhas da Disney (e também itens como capa de chuva, protetor solar…) no Walmart e deixar para comprar nos parques somente os itens mais legais e exclusivos!
  • Gastos extras: não se esqueça de adicionar no orçamento as despesas de pedágio, gasolina, petiscos, alimentação etc. Eu sei que é chato gastar com este tipo de coisa, mas infelizmente não tem muito como fugir.
Eu e meu irmão no Magic Kingdom

Eu e meu irmão no Magic Kingdom

5. Leve seu lanche para o parque

Eu sei que é meio chato falar para economizar até na alimentação, mas dá para fazer isso em Orlando sem muitos sacrifícios. Sempre recomendo deixar para ir no Walmart no seu primeiro dia de viagem, assim você já abastece todo o seu estoque de lanches para os parques e até para o jantar e tomar um rápido café da manhã no quarto (caso o seu hotel não tenha incluso ou se ele for muito ruim. Acredite, acontece com frequência, rs). Compre biscoitos, salgadinhos, barras de cereais, frutas e outros lanchinhos que irão quebrar um galho na hora da fome. Vai sair muito mais em conta do que se for comprar nos parques e você vai economizar bastante! Mas atenção: é só para levar alguns lanchinhos, ok? Nada de querer fazer um piquenique por lá! hahaha

Outra dica é levar sua garrafinha de água e encher nos bebedouros que estão espalhados pelo parque, já que uma só custa cerca US$2,50 por lá. Aliás, lá nos EUA tem uma lei onde ninguém pode te negar um copo de água da pia (que é potável!). Então caso queira economizar ainda mais, peça um copo de tap water junto com seu pedido quando for em qualquer lanchonete ou restaurante, pois a água sairá de graça.

Já falei um pouco aqui nestes posts, mas existem vários restaurantes muito baratos em Orlando com comida gostosa. Não espere nenhum luxo, mas são opções boas! Eu gosto e recomendo muito o Olive Garden, Sunshine Seasons (restaurante com comida de verdade no Epcot), Five Guys, Buca di Beppo, Cosmic Ray’s e Casey’s Corner (no Magic Kingdom), Restaurantosaurus (no Animal Kingdom) e Cici’s Pizza. Aqui a média de preço por pessoa (para uma refeição bem feita) é de US$12!

Casey's Corner

Casey’s Corner – Chili-Cheese Dog ($10.29)

6. Cupons de desconto

Nos EUA é muito comum utilizarem cupons de desconto em praticamente todos os lugares, e realmente vale a pena ir atrás e economizar. Contei aqui nest post sobre como encontra-los e como utilizar, então aproveite e planeje tudo em casa antes de viajar, assim você não perde tempo e já vai na loja certa logo de cara!

 

7. Comunicação

Se você precisar entrar em contato com alguém do Brasil, não ligue do seu número brasileiro! As ligações internacionais são bem caras, então procure comprar cartões pré-pago que custam menos de $10 ou simplesmente use a internet gratuita dos hotéis, parques e estabelecimentos para se comunicar com seus familiares e amigos. Os aplicativos que mais uso, além do Whatsapp, são o Facetime, Skype e Hangout. São bem práticos e fácil de usar!

Gostaram das dicas? Comente ai embaixo o que achou! E se você quiser souvenirs, serviços e até alimentação de graça na Disney não deixe de conferir como adquirir tudo isso clicando aqui.

Julyane Lima

Julyane Lima

Se formou em design gráfico aos 20 anos, mas desde sempre amou essa profissão. Aos 9 anos já reinava na internet, mexia com html e fazia blogs. Em 2014 resolveu voltar pra esta área, já que em 2013 descobriu uma nova paixão: viajar e planejar viagens. Juntou os dois e nasceu o tips&trips!

2 Comentários

Deixe um comentário

Find-the-Perfect-Hotel 728x90